Sabonetes íntimos permanecem na cesta de compras, mesmo na crise econômica

O nicho de sabonetes íntimos cresce nos últimos anos e a categoria ganha cada vez mais presença em lares brasileiros, segundo Patricia Macedo, diretora de Consumer Healthcare da Sanofi. Mesmo em tempos de crise econômica, o resultado é positivo. De acordo com a executiva, “a robustez do segmento é fundamental para dar suporte às estratégias do setor”. “É preciso considerar também que eventuais efeitos da situação econômica podem levar a alterações no comportamento do consumidor, mas os produtos de higiene permanecem na cesta de compras. As variações com relação ao poder aquisitivo fazem com que se mude o valor gasto na aquisição de produtos, mas o hábito de compra se mantém”, diz.

O sabonete líquido íntimo da empresa, Dermacyd pro.bio, ganhou uma versão cor-de-rosa especial neste mês que, mundialmente, é conhecido como Outubro Rosa (nome remete à cor do laço rosa que simboliza a luta contra o câncer de mama).

A nova embalagem é uma edição especial da variante de fragrância feminina floral e o seu lançamento dá início à campanha Saúde Íntima para Todas. Nela, parte da renda adquirida com a venda desse produto sazonal será revertida para oferecer cuidados e conscientização da saúde feminina. Neste mês e no próximo, a ação levará um caminhão adaptado a comunidades de São Paulo para oferecer atendimento médico gratuito e orientação de ginecologistas.

Deixe uma resposta