Matérias primas

Quando o consumidor adquire um medicamento na farmácia ou drogaria, dificilmente tem ideia da complexidade e do longo caminho percorrido até se obter o produto final. Por representarem o início da cadeia produtiva, a qualidade das matérias primas pode ser a diferença entre um produto eficaz ou não.

Insumo farmacêutico é a droga ou matéria-prima aditiva ou complementar de qualquer natureza, destinada ao emprego em medicamentos.

A cadeia de fabricação dos medicamentos quase sempre começa fora do país, com a importação dos insumos farmacêuticos, ou seja, as matérias-primas. Até que sejam comercializados, os produtos passam por diversas e delicadas etapas.

O Brasil não é auto suficiente na fabricação de insumos farmacêuticos, uma pequena parte é produzida aqui. Em torno de 90% das matérias primas são importadas.

O insumo que chega ao país pode ser fracionado por uma empresa, distribuído por outra e processado em uma terceira para, só então, ser transformado em medicamento.

O universo de matérias primas cresceu consideravelmente. Na década de 80 contávamos com 300 – 400 sais, em 2016 este número chega em torno de 3500 matérias primas atendendo praticamente todas as especialidades médicas.

A intenção deste site é fornecer informações, atualizações, estudos científicos, novidades, tendências dos insumos farmacêuticos, nutracêuticos, fitoterápicos, suplementos esportivos, legislações, notícias da ANVISA entre outros assuntos ….gerando conteúdo para os profissionais da área, farmacêuticos e interessados no assunto.

 

Boa pílula diária de conhecimento !!!