Anvisa aprova novo tratamento para dermatite atópica

Droga é voltada para casos mais graves de dermatite atópica em adultos.

Novo medicamento é produzido a partir de moléculas vivas modificadas.

Trata-se do Dupixent (dupilumabe), que faz parte da classe dos medicamentos biológicos.

A droga é um anticorpo monoclonal, um clone da célula de defesa humana alterada para inibir a ação de substâncias envolvidas no desenvolvimento da doença.

O medicamento foi aprovado no final de setembro nos Estados Unidos e em julho desse ano na Europa.

As irritações de pele provocadas pela dermatite atópica, que é um dos tipos mais comuns de dermatite, costumam ter um surgimento atrás dos joelhos, na parte frontal dos cotovelos, nas mãos e nos braços. A condição pode também vir acompanhada de asma ou rinite alérgica.

O medicamento biológico é indicado para pacientes adultos com dermatite atópica moderada a grave, quando a doença não é controlada adequadamente com as terapias tópicas ou quando essas terapias não são aconselháveis.

Deixe uma resposta